“Porque eu não consigo perder peso?”

Você tem-se feito esta pergunta? Saiba que você não está sozinho nesta dificuldade. Hoje, mais do que nunca recebemos este questionamento. Muitos tem relatado a dificuldade em perder peso ou mesmo a facilidade de reganhar o peso perdido.

Diversos são os motivos que podem levar o organismo a trabalhar desta forma, como hábitos alimentares inadequados, pouco gasto de energia, fatores genéticos, disbiose intestinal, inflamação crônica do tecido adiposo, estresse crônico, aspectos emocionais, cognitivos, entre diversos outros fatores.

A obesidade e o sobrepeso são causados por fatores ambientais e genéticos que interagem entre si. Sim, é necessária a interação da sua genética com os seus hábitos de vida e meio ambiente que lhe cerca. Após a industrialização temos sido expostos progressivamente a fatores que podemos chamar de obesogênicos, como o consumo de alimentos de alta densidade calórica e de baixa qualidade nutricional, o excesso de compostos químicos que são adicionados aos alimentos ou ao ambiente levando ao desequilíbrio do corpo, um estilo de vida sedentário que diminui o gasto energético e o grande estresse a que somos expostos nos centros urbanos. Estes fatores interagem com os genes resultando na resposta que favorece a obesidade devido ativação de genes poupadores de energia ou os que aumentam o consumo de calorias ou, ainda, os que diminuem a queima da gordura, entre outros.

Com certeza estes processos metabólicos são complexos, mas como podemos trabalhar o organismo para mudar esta situação?

Precisamos bloquear os gatilhos que ativam a obesidade e nutrir o organismo de forma adequada para reestabelecer o equilíbrio de cada sistema. Os estudos científicos apontam para nutrientes e fitoterápicos específicos que modulam o metabolismo trazendo progressivo equilíbrio. Entretanto este processo é individual como você! Isso porque cada pessoa ativa seu metabolismo e sua genética de uma foma diferente. Com uma nutrição individualizada adequada e mudanças no estilo de vida é possível parar este ciclo vicioso.

 

 

 

 

 

 

Jeanine Schutz Cardoso Teófilo
Nutricionista

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *