Entries by Dr. Emerson L Marques

O que é síndrome metabólica?

Não é novidade que a obesidade é, atualmente, uma pandemia. A síndrome metabólica acontece quando a combinação de ingestão exagerada de alimentos, inatividade física e herança genética desfavorável produzem consequências metabólicas negativas: resistência insulínica, depósito de gordura, inflamação e estresse oxidativo. Dependendo da predisposição individual, esses componentes podem gerar diabetes mellitus tipo 2, doença cardiovascular aterosclerótica (infarto agudo do Read more [...]

Médico do CCEM foi destaque no Prêmio CAPES de Tese 2015

A Tese de Doutorado do Dr. EMERSON L. MARQUES realizada no Programa de Pós-graduação em Endocrinologia da Faculdade de Medicina da USP ganhou Menção Honrosa no Prêmio CAPES de Tese 2015 divulgado dia 31 de agosto, ficando entre as melhores teses defendidas no Brasil em 2014. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES é um órgão do Ministério da Educação responsável pelo reconhecimento e avaliação de cursos de pós-graduação no país. O processo Read more [...]

“Descobri que estou com diabetes… E agora?”

O diabetes melito atinge em média 8% da população adulta. Basicamente, existem o tipo 1 e o tipo 2. O tipo 1 surge com mais frequência em crianças e adolescentes e raramente está associado à predisposição familiar. Enquanto o tipo 2, que é o mais comum e ocorre em 90% dos casos, aparece geralmente em indivíduos adultos com mais de 45 anos e está associado a herança familiar, obesidade, sedentarismo, hipertensão arterial, síndrome dos ovários policísticos, usuários de medicações Read more [...]

Medicações anti-obesidade: “ferramentas” no controle da epidemia  

Não é novidade que a obesidade alcançou proporções epidêmicas nos últimos anos e tornou-se um desafio para a medicina.

Atualmente é encarada como uma doença crônica, acarretando prejuízo na qualidade e na expectativa de vida. As consequências do excesso de peso são psicológicas e físicas, como por exemplo, baixa autoestima, depressão, diabetes mellitus, doenças cardiovasculares, asma, distúrbios do sono, dores articulares, imobilidade, maior incidência de câncer e demência.

No Read more [...]

Existe cura para “pressão alta”?

A hipertensão artéria sistêmica, ou popularmente conhecida como “pressão alta”, atinge cerca de 30% dos brasileiros adultos e a prevalência aumenta com a idade, podendo afetar 75% das pessoas com mais de 70 anos de idade. É um dos principais fatores de risco para acidente vascular cerebral (AVC) ou “derrame” e infarto agudo do miocárdio.

Em 95-97% dos casos a hipertensão arterial sistêmica surge como resultado de múltiplos fatores como: idade (é mais frequente nas pessoas Read more [...]

Câncer de tireoide

O câncer de tireoide é o tipo de câncer mais comum da endocrinologia. A incidência vem aumentando nos últimos anos, talvez ligada a fatores ambientais, mas com certeza à facilidade em se fazer mais diagnósticos. O exame de ultrassonografia é o que mais precocemente consegue detectar nódulos de tireoide, e muitas vezes é solicitado sem indicação médica precisa, e acaba por detectar alteração na glândula. Os nódulos são mais frequentes nas mulheres que nos homens e principalmente Read more [...]

O papel do endocrinologista no tratamento da obesidade.

A obesidade é uma doença multifatorial e atinge um número cada vez maior de pessoas.

Basta olhar à sua volta e observar que quase metade delas está com excesso de peso.

A obesidade é complexa na sua origem e nas consequências para a saúde.

Por exemplo, sabemos que o cérebro é mais um órgão acometido pelo excesso de tecido adiposo, aumentando o risco de demência. Minha Tese de Doutorado, publicada no The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism (http://press.endocrine.org/doi/abs/10.1210/jc.2014-2068), Read more [...]